Cursos online Faça um curso online com certificado
Cursos online Passo a passo para lembrancinhas

PESQUISE - USE PALAVRAS SEM ACENTO

Custom Search

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

facebook 0 blogger

Será que ela sabe?

0 comentários
Oi...
Pra distrair um poema lindo demais que encontrei aqui... Gente ele é perfeito! Leiam e me digam o que achou:
 
 

Será que Ela Sabe?

Será que ela sabe que o seu bebê
Vai andar sobre a água?
Será que ela sabe que o seu bebê
Vem resgatar sua alma?
Talvez saiba que o seu bebê
Nasceu pra lhe salvar,
E o bebê que ela sustenta
Irá lhe sustentar...
 
Será que ela sabe que o seu bebê
Libertará milhares?
Será que ela sabe que o seu bebê
Repreenderá os mares?
Talvez saiba que o seu bebê
Pisou o chão do Céu,
E ao beijar a Sua face
Está beijando a Deus...
 
E o seu bebê
Que vem servir,
Mostrar o Amor Real,
Irá morrer,
Mas ressurgir,
Vencendo todo o mal!
 
Será que ela sabe que o seu bebê
Criou o Céu e a Terra?
Será que ela sabe que o seu bebê
É o Deus que nunca erra?
Talvez saiba que o seu bebê
É o Dom maior do Amor:
O Pequeno que ela embala
É o Grande EU SOU!
 
facebook 0 blogger

Cantinho da brincadeira

0 comentários
Oii!!
Que tal um cantinho para a criançada? Este está muito moderno e aconchegante, ideal para quem tem um quarto extra em casa e não sabe o que fazer! 







quinta-feira, 30 de agosto de 2012

facebook 0 blogger

Você conhece a história da nossa Educação Infantil?

0 comentários

A História da Educação Infantil

De acordo com o que a Constituição Federal e a LDB da Educação Nacional definiram as creches são para crianças de 0 a 3 anos de idade e as pré-escolas são para crianças de 4 a 6 anos de idade. O termo creche sempre esteve vinculado a um serviço oferecido à população de baixa renda. Já a pré-escola era voltada para crianças maiores. A creche se caracterizava por uma atuação em horário integral, e a pré-escola, por um funcionamento semelhante ao da escola, em meio período. A creche se subordinava e era mantida por órgãos de caráter médico/assistencial, e a pré-escola aos órgãos vinculados ao sistema educacional. Essa divisão hoje não é mais permitida, deve ser feita apenas pela faixa etária.

Surge a creche na Europa nos Estados Unidos

ESCOLA DO TRICÔ - Fundada em 1767 pelo Padre Oberlin, na França. A palavra Creche, que tem origem francesa, significa manjedoura.

ESCOLA INFANTIL - Criada em 1816 por Robert Owen, na Escócia. Fundou o INSTITUTO PARA FORMAÇÂO DE CARÁTER que era organizado em três níveis: o 1º era a escola infantil para crianças de 3 a 6 anos; o 2º atendia crianças de 6 a10 anos e o 3º era oferecido durante a noite e atendia alunos dos 10 aos 20 anos.

JARDIM-DE-INFÂNCIA - Criado por Froebel em 1873, na Alemanha.

CASA DEI BAMBINI (casa das crianças) - No início do sec. XX, na Inglaterra, Maria Montessori trabalhou com crianças pobres de um bairro operário.

O INFANTÁRIO - No início do sec. XX, na Inglaterra, Margaret McMillan em parceria com sua irmã Raquel criaram esta instituição.

         Cabe observar que, com exceção dos jardins-de-infância de Froebel, todos os outros programas foram iniciados para melhorar a vida das crianças pobres. A creche surgiu como uma instituição assistencial que ocupava o lugar da família, nas mais diversas formas de ausência.
Surge a creche no Brasil
          A creche no Brasil surge acompanhando a "estruturação do capitalismo, a crescente urbanização e a necessidade de reprodução da força de trabalho", ia desde a liberação da mulher-mãe para o mercado de trabalho até uma visão de mais longo prazo em preparar pessoas nutridas e sem doenças.
ATENDIMENTO À INFÂNCIA ATÉ 1900 - Existiu institucionalmente a Casa dos Expostos, também chamada de Roda. Tratava-se de um lugar onde eram deixadas as crianças não-desejadas. Deve-se a criação da Roda a Romão de Mattos Duarte. A sociedade da época achava que o grande número de mortes de crianças era devido aos nascimentos ilegítimos (frutos da união entre escravos ou entre escravos e senhores) e à falta de educação moral, física, e intelectual das mães. Podemos observar que as duas causas culpam a família, além de dizerem que os negros escravos eram portadores de doenças. Não se levava em consideração as condições econômicas e sociais e a ausência de estruturas de saúde pública.
1900 A 1930 - Organizados aqui no Brasil, os operários passaram a protestar contra as precárias condições de vida e de trabalho. Os empresários procurando enfraquecer os movimentos começaram a conceder algumas creches e escolas maternais para os filhos de operários. As grandes cidades não dispunham de infra-estrutura urbana suficiente, em termos de saneamento básico, moradias etc., sofriam o perigo de constantes epidemias. A creche passou a ser defendida por sanitaristas preocupados com as condições de vida da população operária.
Grupos de mulheres de classes sociais mais abastadas que, organizadas em associações religiosas ou filantrópicas, criaram várias creches. Instruíam as mulheres das camadas populares a serem boas donas-de-casa e a cuidarem adequadamente de seus filhos. Eram convictas de que o cuidado materno era o melhor para a criança e que o cuidado em grupo (creche) era certamente um substitutivo inadequado.
Concursos de Robustez para escolher o bebê mais saudável. A mãe do bebê vencedor, que deveria ter comprovada a sua pobreza, era premiada em dinheiro.
Em 1922, o Estado organizou o 1º Congresso Brasileiro de Proteção à Infância. As conclusões foram as de que a creche tinha como finalidade:
· Combater a pobreza e a mortalidade infantil;
· Atender os filhos da trabalhadora, mas com uma prática que reforçava o lugar da mulher no lar e com os filhos;
· Promover a ideologia da família.
1930 A 1980 -Mário de Andrade é nomeado diretor do Departamento de Cultura e começa a estruturar o "Parque Infantil". A proposta era dar atendimento ás crianças de 3 a 6 anos e também às de 7 a 12 anos, fora do horário escolar. O parque proporcionava à criança de família operária o direito à infância, a brincar e ao não-trabalho. Dava ênfase ao caráter lúdico e artístico.
Em 1940, foi criado o Departamento Nacional da Criança no Ministério da Educação e Saúde. Em 1950 verificou-se que as medidas morais foram as que tiveram maior destaque, pretendia-se domesticar as classes populares, tirando-as da desordem, do instinto e da tradição e incutindo os valores das classes médias.
         Chegam às creches os discursos pedagógicos que procuravam demonstrar que a ausência da relação afetiva mãe-filho, em determinados momentos da infância, tornava-se irreversível, podendo produzir "personalidades delinqüentes e psicopatas".
          Passando para 1960 os discursos pedagógicos baseados na teoria de privação cultural e da sua solução, a educação compensatória. Privação cultural baseava-se na idéia de que só havia um modelo de criança: a da classe média, e assim, as outras crianças desfavorecidas economicamente comparadas a estas crianças-modelo eram consideradas "carentes" e "inferiores". Faltavam para elas determinadas atitudes e conteúdos.
        Na década de 70, ocorre a profusão de movimentos sociais e com eles surge, dentre outras, uma proposta de creche mais afirmativa para a criança, a família e a sociedade. Para encerrar este período, é importante ainda lembrar que, em 1975, o Ministério de Educação e Cultura instituiu a Coordenação de Educação Pré-Escolar e, em 1977, foi criado o Projeto Casulo, vinculado à Legião Brasileira de Assistência (LBA) que atendia crianças de 0 a 6 anos de idade e tinha a intenção de proporcionar às mães tempo livre para poder "ingressar no mercado de trabalho e, assim, elevar a renda familiar".
DÉCADA DE 1980 - Pode-se dizer que nesta década houve um avanço considerável com relação à Educação Infantil. Como:
· Foram produzidos estudos e pesquisas de relevante interesse, inclusive discutindo e buscando a função da creche/pré-escola;
· Universalizou-se a idéia de que a educação da criança pequena é importante ( independente de sua origem social) e que é uma demanda social básica;
· A Constituição de 1988 definiu a creche e a pré-escola como direito de família e dever do Estado em oferecer esse serviço.
Todo o avanço é histórico, cultural e político, portanto, precisa ser conquistado o tempo todo.

Psicopedagoga Regiane Pinheiro
Espaço Psicopedagógico Lápis de Cor
contato@espacolapisdecor.com

facebook 0 blogger

Quarto Menina e Menino

0 comentários
Tem dois filhos, uma menina e um menino, e um só quarto bem pequeno???? Olha só o que eu encontrei pra vocês mamães!! Perfeição! Faz um quarto igual, vai!!!!


Encontrei na página do Face Inspire...


facebook 1 blogger

Vestidinho para lembrancinhas em origami

1 comentários
Olá..

Mais um passo a passo de uma lembrancinha muito fofa, desta vez com video, em inglês, mais da pra entender como faz certinho! O que acha de fazer esta fofura pro aniversário da sua filha? É muito lindo e encontrei aqui!




terça-feira, 28 de agosto de 2012

facebook 0 blogger

London's Big Girl room - Quarto de menina moça

0 comentários
Olá Mamães!!
 
Que tal esta decoração no quarto da mocinha? Ela não é gente grande, mais também não é mais sua bebezinha, então vamos extrapolar na decoração digna de uma mocinha linda como este quarto! Esta super na moda esta decoração com quadrinhos nas paredes. Lindos não? Não vejo a hora da minha neguinha crescer ... O que acharam?
 
 
 
 
 
 
 
 

sábado, 25 de agosto de 2012

facebook 0 blogger

As temidas orelhas de abano

0 comentários

Fique por dentro da cirurgia plástica que corrige o problema, da técnica que é uma alternativa à operação e saiba lidar com o assunto, quando se trata do seu filho!


As orelhinhas proeminentes são motivos de preocupação para muitos pais. Não é para menos. “Elas atraem uma atenção negativa para a criança, ao gerar brincadeiras e olhares maldosos”, explica o psicoterapeuta Walter Poltronieri, da Universidade de São Paulo (USP).
O problema pode ser resolvido com uma cirurgia plástica chamada otoplastia, mas é preciso calma para decidir se o procedimento deve, de fato,  ser realizado e para definir o momento mais adequado. A idade é um dos fatores a serem considerados. “A criança pode ser submetida à correção a partir dos seis anos porque, após essa idade, o crescimento da orelha já não será tão significativo”, conta o cirurgião plástico Sérgio Almeida, do Hospital e Maternidade Santa Joana, na capital paulista.

O pré-requisito mais importante, porém, é a vontade da criança. O desejo dos pais não é suficiente. “Muitas vezes, quem está incomodado não é o pequeno, mas sim a família, que não aceita a diferença do filho”, conta a psicóloga Maristela Boldo Favaron, do Hospital e Maternidade São Cristovão, em São Paulo.  Há casos em que as crianças se sentem bem com a sua aparência e não se abalam com os comentários sobre as orelhas. “Isso geralmente acontece quando a personalidade é tão marcante que o baixinho não se deixa afetar pela ditadura da aparência. São exemplos que os pais deveriam aprender com o filhos”, opina Poltronieri.

A iniciativa dos pequenos de passar pela cirurgia também é essencial para que o procedimento seja bem-sucedido. Por isso, é unanimidade entre os cirurgiões plásticos que a otoplastia só deve ser realizada sob esta condição. “Assim, a criança vai estar motivada e, consequentemente, irá colaborar com os médicos”, explica o cirurgião plástico Roberto Menezes Zatz, do Hospital e Maternidade São Luiz, em São Paulo. “No pós-operatório, por exemplo, ela certamente vai cuidar das orelhas e evitar brincadeiras que possam causar traumas”, cita o médico.

Veja abaixo os procedimentos:

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

facebook 1 blogger

Lembrancinha - Biscoito em caixinhas de origami

1 comentários
Oi!

O origami faz sucesso aqui nestas caixinhas. Ela foram usadas para colocar bolinhos ou biscoitos, vejam como ficou perfeito! Faça em papel colorido e surpreenda seus convidados... ideia para festas infantis e chás de bebê. Prometo postar o passo a passo da caixinha.

Hum delícia!!!!!!!!! Daqui.

facebook 0 blogger

Decorando o quarto dos meninos com skate

0 comentários

Idéias inovadoras são sempre bem vindas!
Amei esta aqui para o quarto dos meninos... super original! Já tinha visto ela antes, mais nunca tinha postado, então ai esta:




Post original do blog Reciclagem e Sucata!

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

facebook 0 blogger

Conheça 03 Mitos sobre o Parto

0 comentários

Você escuta muita coisa sobre o nascimento do bebê durante a gravidez, mas o que realmente é verdade? Confira estes 03 mitos do site Crescer...


Uma vez cesárea, sempre cesárea
Se o seu primeiro parto foi assim, o segundo pode ser normal, desde que mãe e bebê estejam bem. Mas isso não é o que parece acontecer segundo um estudo norte-americano, feito com 155 gestantes que esperavam o segundo filho. Quando questionadas, elas diziam que não sabiam que poderiam tentar o parto normal porque... seus médicos não davam essa informação. Por isso é tão importante conversar com seu obstetra e ter total confiança nele. Vale lembrar que a cesárea é indicada se os dois partos anteriores forem assim, porque aí há risco da parede do útero, onde ficaram as cicatrizes, romper. 


Ter o bebê em casa é seguro
Ninguém pode dar essa garantia. Ainda que mãe e filho estejam saudáveis, é preciso montar uma megaestrutura para a hora do nascimento, que inclui desde ter multiprofissionais (como parteira, assistente e pediatra), até um contato que permita que uma ambulância chegue na sua casa e no hospital em instantes. Uma pesquisa feita pela Universidade de São Francisco (EUA) mostrou que os bebês das mulheres que dão à luz em casa têm mais chances de ter complicações no pós-parto justamente porque faltou a infraestrutura necessária, e aí a criança corre riscos. 


Prematuro só nasce de cesárea
Não é regra – e vai depender da condição da mãe e do bebê. Em alguns casos é possível, sim, que ele nasça de parto normal. Mais um estudo norte-americano mostrou que a cesárea pode ser prejudical porque aumenta as chances de a criança ter problemas respiratórios. Isso não aconteceria no parto normal, porque, durante o trabalho de parto, o organismo do bebê entende que precisa se preparar para nascer, e aí melhora a adaptação do sistema respiratório. Outro benefício é que o bebê prematuro não é tão manipulado como na cesárea. Mas essa decisão só cabe à equipe médica. 

terça-feira, 21 de agosto de 2012

facebook 0 blogger

Um quadro negro no quarto do meu filho

0 comentários
Oi meninas!

Está super na moda incluir na decoração do quarto dos filhos um quadro negro. Além de ficar muito original, ainda facilita pra criança na hora de brincar ou estudar. Você pode fazer em uma parede inteira ou acrescentar apenas como um detalhe. Vamos ver algumas dicas?











facebook 1 blogger

Como fazer pipoca colorida para festas

1 comentários
Vi esta dica no blog She wears many hats e não resisti.

Existem vários formas de fazer pipoca colorida mas eu achei esta super delicada. Esta é uma dica que fica bem em conta para fazer na festa de seu filho.

 Pra fazer basta estourar as pipocas e depois despejar um pouco de chocolate branco derretido sobre elas. Aí espalhe  confetes coloridos. Prontinho!

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

facebook 0 blogger

Gelatina divertida nos cubinhos da lego

0 comentários
Olá!!!

Gente olha só a dica que encontrei no Panelinha Terapia... Sabe aqueles cubos de montar, como Lego? Encontre peças grandes (limpe bem) e faça gelatinas super divertidas para as crianças!!! 
Aqueça uma água e molhar a base do lego pra soltar a gelatina :)
Todo mundo vai querer provar e brincar, pode crer!

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

facebook 1 blogger

Cadeira com elefantinho feito de EVA

1 comentários
Um elefante incomoda muita gente... dois elefantes incomodam muito mais!

Atenção mamães crafteiras!!! Aí vai uma dica super criativa para personalizar aquela cadeira pra brincar com as crianças... todo mundo vai querer sentar no elefantinho! Seguindo esta ideia você pode fazer outros animais como girafa, onça, macaco... solte a bicharada!
Post original do Gente Miúda. Ideia do site Canadian.
O mais legal é que tem moldes... clique para ampliar!




quinta-feira, 16 de agosto de 2012

facebook 0 blogger

Cabelos saudáveis e gravidez combinam, sim!

0 comentários

Depois que o bebê nasce, chega a hora de a mulher retomar o compromisso com o próprio corpo e com a beleza. Mas, nem sempre os hormônios colaboram e os cabelos são os que mais sofrem com suas flutuações, nessa fase. Saiba o que fazer para recuperar a exuberância das madeixas.

Depois de meses de gestação, finalmente com o filhote no colo, chega a hora de curtir a nova fase e cuidar um pouquinho de si mesma. Para algumas mamães, porém, resgatar a beleza não é uma tarefa tão simples. As madeixas, por exemplo, são as que mais sofrem com as mudanças do corpo, no pós-parto, e podem apresentar certos problemas, como queda e opacidade dos fios.

Conversamos com especialistas e montamos um guia completo sobre o assunto. Entenda o que afeta os cabelos e os tratamentos que são permitidos. Não é porque o bebê já nasceu que você está livre para abusar dos procedimentos químicos. Cautela é a palavra de ordem. Mas, nada de desanimar. Existem alternativas seguras--e muito eficazes--que vão recuperar o viço da sua cabeleira. Fique por dentro! Veja abaixo o que fazer:
 

domingo, 12 de agosto de 2012

facebook 1 blogger

Xícaras comestíveis para a festa da criançada

1 comentários
Oiii!!
Gente olha que Ideia Genial que encontrei no Blog Saboroso Gostinho! Esta xícara é super bacana pra você mesmo fazer no aniversário da Criançada ou qualquer hora que der vontade de comer! rsrs...
Lá no Blog Saboroso Gostinho também tem o PAP de como fazer direitinho. Veja que maravilha:




facebook 1 blogger

Como aliviar os enjoos na gravidez

1 comentários
Enquanto há mulheres que passam os nove meses sem saber o que é esse desconforto, outras mal conseguem comer direito. Trouxe algumas dicas do que fazer para amenizar o enjoo, confira:


Nem macarrão, lasanha, feijoada ou o bolo mais delicioso do mundo é capaz de abrir o seu apetite. Essa situação só é possível na gestação. E a causa é o famoso enjoo, uma das palavras mais comuns nesse período. Esse mal estar é um dos primeiros sintomas da gravidez e está relacionado ao hormônio HCG, responsável por ajudar os ovários a produzir progesterona e estrógeno durante o primeiro trimestre.

Na maioria dos casos, o enjoo passa a partir do terceiro mês e você pode até perder um pouco de peso. Só que a cada mal estar, o tempo vai parecer uma eternidade e o segundo trimestre vai parecer estar longe de chegar. Calma! Dá para amenizar essa sensação. Veja as nossas dicas:

- A náusea piora quando você escova os dentes? Então, troque a marca do creme dental e deixe para fazer a higiene bucal após o café da manhã;

- Não fique muito tempo sem comer. Fracione as refeições para o estômago não ficar vazio;

- Tenha bolachas salgadas à mão, perto da sua cama – a náusea alivia se você comer algumas antes de se levantar;

- Experimente comer torradas, batatas e outros alimentos leves que contenham carboidratos;

- As frutas são boas opções para os lanchinhos entre as principais refeições. As mais indicadas são abacaxi, kiwi, laranja, limão e água-de-coco;

- Se a náusea piora por excesso de salivação, chupe balas de limão;

- Gengibre – sob a forma de chá, tabletes ou biscoitos – também ajuda a amenizar;

- Evite perfumes e produtos de limpeza com cheiros muito fortes;

- Atenção! Nessa fase, você não precisa se preocupar muito em seguir uma dieta balanceada. Coma o que conseguir e tiver vontade. O que acontece é que os alimentos mais saudáveis, como frutas e verduras, são os que menos causam enjoo.


Via

facebook 0 blogger

FELIZ DIA DOS PAIS

0 comentários
TODOS DEVEM TOMAR ESTE MEDICAMENTO

RECEITA DE PAI (Vide Bula)

PAI - Um Santo Remédio

APRESENTAÇÃO - Pai vem em embalagens de diversos tamanhos e pesos.

USO - Adulto e pediátrico.

COMPOSIÇÃO - Cada 100 gr. de PAI possui em média:
10gr. De carinho,
10gr. De compreensão,
10gr. De sinceridade,
10gr. De paciência,
0,0003gr. De broncas
50gr. De muito amor com firmeza...

PRAZO DE VALIDADE - PAI tem prazo de validade indeterminado.

INDICAÇÕES - Recomenda - se o uso de PAI caso sejam verificados sintomas como: mau humor, brigas com o(a) namorado(a). Decisões importantes, dúvidas cruéis, momentos de alegria, só para jogar conversa fora, falta de grana, carência afetiva, falta de carro, baixo astral.

CONTRA INDICAÇÕES - PAI não deve ser administrado em caso de notas baixas.

PRECAUÇÕES: Este produto pode causar dependência. Cuidados na interrupção no tratamento (principalmente nas férias). O uso prolongado de PAI, às vezes parece prejudicial, pode interromper bruscamente o tratamento, inclusive por motivo de viagem. Os primeiros dias de ausência do PAI parecem maravilhosos, mas crises agudas são frequentemente detectadas. Volte logo ao uso.

POSOLOGIA:

CRIANÇAS E ADOLESCENTES - use e abuse de PAI, quanto mais usar, melhor.
ADULTOS - "Não fique acanhado", não é vergonha nenhuma usar o PAI depois de crescido. E lembre - se "PAI é como pijama. Quanto mais velhinho, mais macio fica."

ESTE MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO AO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

Siga corretamente o modo de usar. Se não desaparecerem os sintomas, procure orientação de MÃE.

ESPAÇO PSICOPEDAGÓGICO LÁPIS DE COR
contato@espacolapisdecor.com
http://www.espacolapisdecor.com/

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

facebook 0 blogger

Talheres personalizados para festas infantis

0 comentários
Oi gente!

Olha que ideia maneira para diferenciar na decoraçao da festinha do seu filho. Basta pintar os talheres simples que compramos no mercado e eles irão ficar lindos com essas quatro ideias abaixo:








Combina com esta ideia dos copinhos coloridos que postamos algum tempo atras  e até uma leitora fez e nos postou a foto la na pagina do face, veja:




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Digite seu email e receba nossas dicas!